1863 PRUMO - Relações com Investidores
2T10
Diminuir Fonte Aumentar Fonte VoltarVoltar ImprimirImprimir EmailEmail PDF DownloadDownload Compartilhe
A LLX Logística S.A. (Bovespa: LLXL3) anuncia hoje seus resultados referentes ao segundo trimestre de 2010.
 
  • Em junho, a LLX Sudeste assinou, com o BNDES, os contratos definitivos de financiamento de longo prazo para a implementação do Superporto Sudeste no valor total de R$ 1,2 bilhão, sendo R$ 408 milhões por 10 anos a taxa fixa de 4,5% ao ano, destinada à compra de equipamentos nacionais, e R$ 805 milhões por 12 anos a taxa de TJLP + 2,18% ao ano, na modalidade de Project Finance.

  • Também em junho, a LLX Sudeste contratou o consórcio ARG-Civilport para a execução simultânea de três frentes de obras civis, que incluem a construção do pátio de estocagem de minério de ferro, do túnel de ligação e da estrutura offshore, com prazo de conclusão previsto para o final de 2011. Desta forma, a LLX estará realizando as obras civis e a aquisição dos equipamentos, com fornecedores líderes como Thyssen Krupp e ZPMC, dentro do prazo e do orçamento previsto para o Superporto, que demandará investimentos da ordem de R$ 1,8 bilhão.

  • Em julho, a ANTAQ formalizou a divisão da autorização original que atendia ao “Complexo industrial portuário do Açu” em duas autorizações distintas, a primeira, para a LLX Minas-Rio, englobando exclusivamente as operações com minério de ferro e a segunda, concedida à LLX Açu, ratificando a autorização para a operação de um terminal portuário privativo de uso misto para movimentação e armazenagem de cargas próprias e de terceiros.
  • Também em final de junho, a OSX iniciou o processo de licenciamento ambiental para a implantação da Unidade de construção naval do Açu em uma área de 320 hectares do Superporto do Açu, que oferece uma eficiente integração à sua cadeia de suprimentos, com siderúrgicas, pólo metal-mecânico e outros fornecedores e prestadores de serviço da indústria naval, além dos aspectos de competitividade logística e disponibilidade de geração de energia local.

  • Em agosto, a LLX aderiu voluntariamente ao Índice de Carbono Eficiente (“ICO2”), índice estruturado a partir das ações que compõem a carteira do IBrX-50 e irá considerar o grau de eficiência das emissões de gases de efeito estufa das empresas.
Meus Favoritos
Selecione 5 canais favoritos do site e tenha-os sempre na home.
    Basta clicar no ícone , na barra ao lado do título, para adicioná-la aqui.

    Para excluí-la, basta clicar no
    Fale com RI
    Fale com a PRUMO e tire suas dúvidas ou envie sugestões. Clique aqui
    Alertas RI
    Receba alertas da PRUMO e mantenha-se informado.
    Conheça mais:
    Copyright © 2010 PRUMO
    Todos os direitos reservados
    Política de Privacidade | Termos de Uso